Arquivos

Sandalford Premium Shiraz

SAFRA: 2004
REGIÃO: Margaret River (Austrália Ocidental)
TIPO: Vinho Tinto, 98,7% Shiraz e 1,3% Cab. Sauvignon
ÁLCOOL: 14,8%

HISTÓRICO: A safra 2004 foi marcada por condições secas e quentes. Além de tudo, foi levemente mais fria do que em 2003, proporcionando leve maturação dos sabores das frutas, com excelente equilíbrio e agradável sensação na boca. As uvas são provenientes de vinhedos de 35 anos. Este vinho recebeu 94 pontos do renomado crítico James Halliday no Australian Wine Companion 2009, 87 pontos de Campbell Mattison, 95 pontos de Ray Jordan em seu “Ray Jordan’s Wine Guide 2008”, medalhas de ouro no National Australia Wine Show 2007, no New Zealand International Wine Show 2007 e no Swan Valley Wine Show, além da medalha de prata no Western Australia Wine Show 2007. Em 2009 foi considerada pelo crítico Ray Jordan a “Vinícola do ano” e “Melhor enólogo do ano”, além do “Melhor Shiraz” para o vinho Prendiville Shiraz 2008.

NOTAS DE DEGUSTAÇÃO: As frutas das velhas vinhas de Margaret River realmente brilharam neste vinho. O olfato e o paladar são carregados com o super amadurecimento dos sabores das ameixas e amoras pretas e vermelhas.Também aparecem as características tradicionais da legítima Shiraz, com a pimenta picante, canela e anis. Tudo isso é complementado pelo uso criterioso do carvalho e estes componentes evidenciam os sabores de rum, uva-passa, café e notas de chocolate. Tem corpo médio a encorpado, com sedosos taninos suaves e maravilhosa textura balanceada. Estagiou por 15 meses em carvalho americano, sendo 85% em barricas novas e 15% em barricas com um ano de uso. Este vinho foi lançado ao mercado em meados de 2007.

ENVELHECIMENTO: Pode ser consumido agora ou adegado por pelo menos uma década.

Element Late Harvest

SAFRA: 2009
REGIÃO: Margaret River (Austrália Ocidental)
TIPO: Vinho Branco, 45% Sauv Blanc, 35% Verdelho, 15% Chardonnay e 10% Chenin Blanc
ÁLCOOL: 7,8%

HISTÓRICO: ‘Late Harvest’ é um estilo de vinho naturalmente doce e frutado (não infectado pelo fungo Botrytis cinerea), em que as uvas são colhidas no máximo de maturação e tem a fermentação interrompida para obter uma alta concentração de açúcar. Perfeito para pessoas que estão procurando um vinho doce branco sem altos níveis de álcool. A safra 2009 foi uma das melhores em Margaret River, com frio e condições ligeiramente úmidas durante o período inicial de desenvolvimento. Os meses de verão foram secos e quentes, sem nenhum tipo de problema. As condições clássicas de um “verão indiano” que prevaleceram durante os meses de outono proporcionaram o amadurecimento perfeito, com frutas livres de doenças e um equilíbrio de acidez. Simplesmente soberbo. A fermentação deste vinho é conduzida com leveduras especiais, produzindo um vinho incrivelmente aromático, frutado e limpo. A fermentação é interrompida para proporcionar os níveis de açúcar desejados, com baixo teor alcoólico natural. Em 2009, Sandalford foi considerada pelo crítico Ray Jordan a “Vinícola do ano”, com o “Melhor enólogo do ano” (Paul Bolden), além do “Melhor Shiraz” para o vinho Prendiville Shiraz 2008.

NOTAS DE DEGUSTAÇÃO: Apresenta coloração palha-claro. Aromas muito frutados e sensuais, com frutas tropicais e elementos de grama se mostrando na taça. Paladar meio adocicado, com sabores ricos e complexos de frutas. Grande vinho para quem procura leveza. Acompanha muito bem pratos asiáticos, aperitivos e sobremesas leves. Servir bem gelado.

ENVELHECIMENTO: Pronto para ser degustado, mas se beneficiará com um envelhecimento de sete anos na garrafa.

Element Cabernet Sauvignon

SAFRA: 2007
REGIÃO: Geographe e Margaret River (Austrália Ocidental)
TIPO: Vinho Tinto, 98,5% Cabernet Sauvignon, 1% Merlot e 0.5% Shiraz
ÁLCOOL: 14,3%

HISTÓRICO: A safra de 2007 foi colhida mais cedo, um recorde na Sandalford. Todavia isto não teve nenhum efeito na qualidade do vinho, pelo contrário, foi um grande ano. As frutas amadureceram perfeitamente, com intensidade de sabores e taninos estruturados, deixando o vinho tinto perfeito. Este vinho passou por processo de fermentação com leveduras selecionadas, maturado por 12 meses em carvalho francês, posteriormente misturado e engarrafado. Em 2009 foi considerada pelo crítico Ray Jordan a “Vinícola do ano”, com o “Melhor enólogo do ano” (Paul Bolden), além do “Melhor Shiraz” para o vinho Prendiville Shiraz 2008.

NOTAS DE DEGUSTAÇÃO: A coloração é cereja-escuro com sugestão de magenta. Exuberante aroma de frutas maduras com toques de carvalho tostado. O paladar é de corpo médio, explodindo em sabores maduros de groselha escura, leves taninos aveludados e finalizando com notas de baunilha.

ENVELHECIMENTO: Esse vinho pode ser graciosamente degustado agora ou aguardar por mais de oito anos.